Últimas Notícias

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Yamaha trabalha em moto elétrica para motocross


A Yamaha vem trabalhando em uma moto elétrica de alto desempenho para prática de motocross. Na criação da novidade, que terá motor equivalente a 250 cm³, os japoneses trabalham em conjunto com a fabricante de baterias Spike, com a consultoria Dohms e com os holandeses da Royal Dutch Motorcyclists Association.

A elétrica da casa dos três diapasões usa quadro e chassis de uma YZ250F, mas no lugar do motor à combustão temos um inédito propulsor elétrico que é alimentado por uma bateria removível. Dados sobre autonomia do motor e tempo de recarga não foram apresentados, mas segundo a Spike, será mais rápido e maior do que os modelos atualmente disponíveis.


O modelo ainda não tem nome definido e nem prazo para ser lançado. Ele faz parte do projeto EMX Powertrain, voltado ao desenvolvimento de motores elétricos para motocross. Idealizado pelo piloto Elmar Dohms, ele foi criado há um ano e meio após ele nota várias reclamações sobre o ronco dos motores nas competições.


Leon Oosterhof, chefe da Divisão de Planejamento de Produto da Yamaha Motor Europe, afirma que a marca está empolgada em apoiar o projeto. “É importante impulsionar os desenvolvimentos em tecnologia elétrica. Esperamos ansiosamente para avaliar e testar o produto e ver como as tecnologias de Dohms e Spike se comportam em nosso chassi YZF”, comenta o executivo.

O post Yamaha trabalha em moto elétrica para motocross apareceu primeiro em Motociclismo Online.