Últimas Notícias

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Laudo aponta hematomas em mulher que acusa Neymar de estupro


Um laudo médico realizado pela mulher que acusou o atacante Neymar de estupro aponta hematomas, problemas gástricos, perda de peso e sintomas de stress pós-traumático.

Segundo uma reportagem publicada nesta segunda-feira (3) pelo portal UOL, o laudo foi realizado pela moça no dia 21 de maio, seis dias depois do encontro com o atacante, em Paris, na França.

No documento, há imagens de hematomas na região as nádegas e também nas pernas. Dentre as hipóteses de diagnóstico, ainda de acordo com a reportagem, estão depressão, ansiedade e síndrome dispéptica, que apresenta sintomas gástricos e traumatismos superficiais.

O UOL informou que o laudo foi feito por um médico particular de um hospital conhecido de São Paulo.

No sábado (1º), veio a público um boletim de ocorrência registrado na capital paulista por essa mulher, que acusava Neymar de tê-la estuprado. A brasileira afirmou ter sido chamada pelo atacante a ir para Paris, onde teria acontecido o crime.

Poucas horas depois de a notícia ter se espalhado, Neymar postou um vídeo de sete minutos no Instagram para se defender das acusações. Na gravação, o jogador, que dizia ser vítima de extorsão, expôs o que seriam as mensagens trocadas com a mulher pelo WhatsApp e também fotos íntimas dela.

A polícia passou a investigar o esportista depois que ele divulgou essas imagens. A gravação não está mais disponível nas redes sociais do atacante.