Últimas Notícias

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Blocos que têm atrações como Daniela, Claudinha e Alinne passarão a ter chips nos abadás para evitar falsificação


Cláudia Leitte durante desfile do bloco Largadinho em 2019 — Foto: Júnior Improta/Ag. Haack
Blocos do carnaval de Salvador que têm como atrações as cantoras Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Daniela Mercury e Alinne Rosa passarão a ter chips nos abadás, a partir de 2020. A informação foi divulgada pela assessoria do Grupo San Sebastian, que administra a venda das atrações.

Em nota, o empresário André Gagliano, sócio do grupo, informou que o objetivo da mudança é evitar falsificações das camisas e, com isso, proporcionar mais segurança e conforto aos foliões.

"Decidimos que esse controle através do chip, que confirma a legitimidade do abadá, será fundamental para evitar a falsificação e consequentemente a superlotação dos blocos, o que vai deixar nossos foliões mais seguros e confortáveis”, completou.

Entre os blocos com vendas administradas pelo grupo estão o "Crocodilo", puxado por Daniela, "Largadinho", de Claudia Leitte, e o de Ivete Sangalo, que ainda não teve nome divulgado para 2020. Já "O Vale", puxado por Alinne Rosa, e "Blow Out", com Claudinha, pertencem ao grupo.

As vendas para 2020 já começaram na internet, com exceção do bloco de Ivete. De acordo com o site da SAN Folia, braço do grupo responsável pela venda das atrações, há pacotes com valores entre R$ 650 e R$ 1.000.